Machado de Assis

Deus, para a felicidade do homem, inventou a fé e o amor. O Diabo, invejoso, fez o homem confundir fé com religião e amor com casamento.


Joaquim Maria Machado de Assis (1839 – 1908), conhecido como Machado de Assis, foi um escritor brasileiro considerado por muitos críticos e estudiosos um dos maiores nomes da literatura do Brasil.

Escreveu em praticamente todos os gêneros literários; sendo poeta, romancista, cronista, dramaturgo, contista, folhetinista, jornalista e crítico literário; também considerado o introdutor do Realismo no Brasil, com sua obra Memórias Póstumas de Brás Cubas.

Publicou dez romances, duzentos contos, dez peças teatrais, cinco coletâneas de poemas e sonetos, e mais de seiscentas crônicas.

Sua obra foi de fundamental importância para as escolas literárias brasileiras do século XIX e do século XX, influenciando grandes nomes, como Olavo Bilac, Lima Barreto, Drummond de Andrade, John Barth, Donald Barthelme e muitos outros.

 

Conheça as principais obras de Machado de Assis:

  • Ressureição
  • Helena
  • Dom Casmurro
  • O Alienista
  • Memórias Póstumas de Brás Cubas
  • Quincas Borba
  • Esaú e Jacó
  • Contos fluminenses